Início

Uma tentativa de fraude a cada 6,5 segundos

Comprar via Internet é cômodo e prático. Além da facilidade de pesquisar, comparar preços e aproveitar ofertas instantâneas e sazonais, o consumidor recebe o produto diretamente no endereço escolhido. Entretanto, é preciso certos cuidados para que a sua experiência de compra não seja frustrada.

Desde que o início da popularização da internet, no final da década de 1990, os golpistas encontraram um ambiente novo, que oferecia infinitas possibilidades, para cometer seus crimes. Os primeiros alvos foram os provedores de internet, cujas bases de dados continham as informações pessoais e financeiras dos assinantes do serviço. Os hackers invadiam o sistema, pegavam a informação desejada e saíam sem causar estragos.

Com tantos ataques, as empresas foram reforçando a segurança de seus sistemas, obrigando os criminosos a criar novas formas de burlar a segurança e a buscar vítimas mais desprotegidas. No caso, os consumidores.

As fraudes contra o consumidor não inúmeras. Vão desde a clonagem de cartão de crédito até roubo de identidade, passando pelo sequestro de contas e a falsificação de boletos. Segundo o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude 2017, o consumidor brasileiro sofre uma tentativa de fraude a cada 16,6 segundos.

No comércio eletrônico, que representa 3% do varejo nacional, o ritmo da fraude é de 1 tentativa a cada 6,5 segundos, o equivalente a 1 para cada 45 compras, segundo o Raio-X da Fraude 2018 da Konduto. São 553 tentativas de fraude por hora, numa taxa de 2,20% de todos os pedidos.

Boa parte dessas fraudes poderia ter sido evitada se o consumidor tivesse tomado alguns cuidados básicos antes de efetuar uma compra online, como verificar a idoneidade do site e ter um antivírus atualizado instalado no computador ou no dispositivo móvel.

Elaborada pelo Observatório de Gestão de Fraude (OGF), esta cartilha tem como objetivo mostrar quais são os golpes mais comuns contra os consumidores, como identificá-los, como evita-los e como adotar boas práticas para manter seus dados pessoais em segurança.

Boa leitura!